terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Armas da Fantasia, práticas?

São as armas da fantasia com todos os seus ornamentos de facto práticas para o combate? Quer dizer, lâminas rudes para os disformes Orcs, espadas com caveiras nos pomos, machados com dentes, gumes gigantescos, etc. Podem essas armas ser de facto úteis em combate real? Bem, encontrei diversos vídeos que exploraram fraquezas e pontos fortes de algumas das armas mais populares dos jogos, filmes, livros e animação. Nesta lista de reprodução são tidos em conta aspectos como peso, desenho, comprimento, entre muitos outros, a física por detrás.

Conheçam então melhor as vossas armas preferidas:

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

As diferentes raças da Terra Antiga, semente do mal.

A semente do mal foi introduzida na Terra Antiga na terceira Era, desde então seus rebentos alastraram:



Pignoths - Seres que, na sua mais pura forma, podem ser descritos como metade homem, metade javali. São poucos socáveis, bastante violentos entre si, em especial com outras raças.

Walmandes - Ao contrário dos Pignoths, os Walmandes são bastantes sociaveis no seu seio, vivendo em grandes grupos. São criaturas aladas, frágeis, de pele esverdeada, sem cordas vocais. Inimigos notáveis para os Falks, com quem partilham os céus.

Wardes - Foram Shulkos, que depois da maldição do deus Zamiel, preferiram ver aprisionados seus espíritos em troca de manter seus corpos gigantes, condenando a sua existência à escravatura.

Yrens - A raça ao serviço de Zamiel. Reuniam toda a sua maldade, crueldade e desejo de subjugar a vida. Por cada "morte" que não fosse por decapitação, nascia outro para servir as hostes do deus banido; criados à imagem do seu filho do meio, Badroth, arauto dos seus exércitos.

Maliocos - A raça das trevas: Criaturas grotescas, de várias formas e tamanhos, criadas por Meladine, o primeiro ser, quando este introduziu o mal na Terra Antiga. Uns eram providos de grande inteligência, outros de força bruta. Guiados pela essência do Vazio e empurrados a destruir o Tudo.

Humanos (Bárbaros) - A prova de que os Humanos são susceptíveis à semente do mal. Descendestes daqueles que, no passado, decidiram juntar forças com Zamiel. Nem bons nem maus, lutam pelos seus interesses. Sem governo central, regem-se pela força.





Nota: Esta não foi  arte criada propositadamente para a Terra Antiga, é no entanto aquela que mais se aproxima da visão que tenho deste mundo de fantasia. 

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O novo sabre de luz de, "Star Wars, The Force Awakens"

Viável?

Assim que o teaser saiu houve um grande alarido quanto ao novo sabre de luz, tanto, que quase tirou o foco do filme para cair unicamente neste detalhe. Já tinha visto aquele desenho numa foto que vazou na net, muito antes sequer do teaser sair oficialmente. A minha primeira impressão, numa foto de pobre qualidade, foi achar o conceito ridículo, nem cheguei a acreditar tratar-se de uma foto de fonte fidedigna. O tempo passou e o teaser estreou, e tenho de admitir, que, agora em contexto e com muito melhor resolução, até fica bem, gostei. Acho que pode desabrochar em otimas sequências de acção que nunca vimos antes no universo Star Wars, é tudo uma questão de imaginação e como fazer a coreografia. 
Compreendo as preocupações dos fãs. Para além do desenho ser diferente do habitual, levanta algumas questões: Para quê aquele desenho afinal? Será viável? Não pode o portador do sabre se magoar com os pequenos feixes de plasma? 
Faz sentido ter uma guarda para a mão num duelo de espadas, porque não com sabes de luz? Lembro que tanto Anakin e Luke Skywalker perderam suas mãos em combate. É por tanto natural alguém pensar numa protecção adicional.

Encontrei aqui otimos vídeos que explicam bem a funcionalidade de tal arma:

Explicação sobre a arma em si:

Explicação sobre modo de combate:

domingo, 7 de dezembro de 2014

As diferentes raças da Terra Antiga, povos livres.

A Terra Antiga é um mundo de fantasia recheado das suas próprias raças e mitologia. Embora o livro: “Terra Antiga o Duelo” não seja revolucionário, no sentido de apresentar uma área da fantasia que nunca foi tocada, consegue espremer-se neste universo literário, altamente populoso, o seu espaço, introduzindo elementos e características originais.

Às raças então:

Ultorks – São na sua mais simples descrição: meio homem meio urso. Pastores da maravilha (Terra Antiga), tiveram os Falks como professores, por um breve momento. Racionais, embora propícios a perderem a sua racionalidade e sucumbirem à raiva. 

Hunnies – Pequenos humanoides de olhos amarelos, estão divididos em diferentes classes representados por cor: Verdes, (ligados à natureza, fieis aos ensinamentos dos Falks); Azuis (guerreiros e artesãos); Amarelos (dotados nas artes mágicas).

Falks: Os primogénitos, semelhantes aos humanos, mas com asas. Com a mesma graça dos Oito, as divindades (imortalidade e magia). Jardineiros da maravilha (Terra Antiga).

Shulkos: Senhores de armas, o povo belígero. Criados para acudir aos outros povos que não possuíam a arte de guerrear. No princípio eram  grandes humanoides corpulentos, depois, devido a um encantamento de Zamiel, tornaram-se pequenos - embora ainda robustos. Lema: "Viver pela espada e aceitar o que esta nos dá." Quatro compromissos: coragem, honra, dever e glória.


Humanos: Destinados a forjar o destino de todos. Forçados à mais curta esperança de vida de todas as raças; susceptíveis a semente do mal. Divididos por vários reinos. 

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Um Nerd que sai do armário; Star Wars Episodio 7 teaser


Opa eu sou um Nerd, sou! Um Geek, Nerd e não sou o único. Há tantos como eu e de todas as classes sociais. Podemos gostar de desporto, sair à noite, ser médicos ou trabalhar numa garagem, mas temos todos o nosso escape.  A semana que passada ofereceu-nos a evasão que nos une a todos, o conto de fadas de ficção cientifica que adoramos. 
Eis aqui um vídeo, uma demonstração do que é Star Wars para muita gente: 


Juro-vos que quando o Milenium Falcon apareceu eu tive a mesma reação que todos, levantei meus braços e dei um grande, "Woooohhh". Isto vai ao encontro das minhas melhores memórias da minha adolescência quando via a trilogia original umas três vezes por ano. 

Star Wars não é só um filme, tem alma, é credível, tem todos os ingredientes que nos fazem adorar o fantástico e ainda junta ficção cientifica:


O teaser de, "Star Wars Awakens":